domingo, 28 de fevereiro de 2010

Voltar...


É verdade... Parece incrível, mas já passou 1 ano desde a minha ultima mensagem neste meu pequeno cantinho. De facto, foram 12 meses longos, e muito duros...

Isolei-me na minha gruta, no meu escuro, para encontrar e reencontrar a minha paz.

Resultou.

Aqui estou eu de novo, com voçes que me acompanham, tal qual amigos e de certo modo confidentes.

Reerguida das cinzas, qual Fénix renascida...

É assim mesmo a vida, como uma cantora de minha eleição diz e muito bem numa das suas magnificas musicas, " há que ser trigo, depois ser restolho, há que penar para aprender a viver"...

E vivo. E aprendo. Todos os dias. A cada queda. E a cada reerguer. As feridas curam, a alma não... mas cresce, cimenta, ganha estrutura.

Por isso, não choro as minhas quedas, antes, orgulho-me de cada um do meu reerguer...

Porque é dele, a minha essencia.

Crescer, sempre.

Desistir, nunca!

Abraço amigo.

Susana