segunda-feira, 8 de dezembro de 2008


Vejo a chuva cair

e uma corrente de agua surgir

e o vento frio sentir esse céu cinzento,

uma hora há de sumire há de vir.

as estrelas, o solo brilho... vamos fugir

vamos ir.para casa vamos ir

Sob o verde, mais verde, no ar

para as praias vamos caminhar

no sobe e desce eu vou estar

e o marulho e o ventar e o sol raiando,

volta a raiar sob o crepusculoao som do mar.

voce se põe a cantar

E as estrelas por sua vez, começam, a aparecer

e voce vai ver voce tem que ter

uma noção do que se é viver

Ame, crie, viva e se deixe viver

seja quem voce é

e não quem tem que ser..


Sem comentários:

Enviar um comentário